Escrever é como uma dádiva. É como aquele passarinho que voa sem nenhum objetivo, que faz piruetas, passa por lugares distintos e pinga aquele ponto final todo orgulhoso.
Por isso escrever é como voar. A sua mente viaja, levando seu corpo e você não sabe onde vai parar, nem como.

quinta-feira, 31 de março de 2011

Viver... Ah, viver!


Viver e não ter a vergonha de ser feliz! Cantar e cantar e cantar...

6 comentários:

  1. A beleza de ser um eterno aprendiz..

    Nada ais lindo, que viver, aprender, desfrutar!
    Viva, não apenas sobre viva..

    Espero que tua vontade, contagie..
    Espero..

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  2. a beleza de ser um eterno aprendiz...

    adoro essa música!

    obrigada pela visita e volte sempre :*

    ResponderExcluir
  3. Porque... a vida podia ser bem melhor e será!
    Awn.

    ResponderExcluir
  4. adoro essa música :)

    ResponderExcluir